ENCONTROS COM A HISTÓRIA TRAZEM ALBINA ASSIS E NZAU PUNA À UCAN

O Centro de Estudos Africanos realizou, nos dias 25 e 30 de Agosto, mais dois encontros com a história. O primeiro teve como orador o deputado e nacionalista, Nzau Puna cuja intervenção teve como ponto de partida a sua obra “Mal me querem” e o segundo, a Engenheira Albina Assis que falou sobre “Santa Cecília: oração e fé”.

No dia 25, Nzau Puna manifestou-se feliz pelo convite e destacou a importância desses encontros, especialmente para as novas gerações. Na sequência falou do seu percurso tendo assinalado que foi seminarista, militante de diferentes forças políticas, mas sempre se identificou como alguém que busca realizar um projecto para Angola.

Já a Engenheira Albina Assis falou da sua participação, enquanto membro do movimento católico Santa Cecília, nos processos cívicos de libertação nacional. Contou que ingressou na política aos treze anos de idade e o que a motivou a seguir com luta de libertação não foi a ascensão aos cargos públicos, mas o simples desejo de ver Angola independente. Questionada sobre a sua satisfação em relação aos resultados da luta de libertação, a responsável afirmou não estar satisfeita porque a independência exige melhoria das condições de vida das pessoas. “Enquanto prevalecer o pensamento individualista nunca teremos o país que tanto idealizamos”.

Como qualquer espaço de debate, os estudantes, docentes e investigadores aproveitaram colocar as perguntas.

O projecto “Encontro com a história”, do CEA, visa a realização de palestras com o objectivo de gerar um diálogo geracional sobre a história política de Angola, na voz de alguns dos seus protagonistas.

Siga-nos

Estamos nas Redes Sociais. Siga-nos dando um click.

Quem está em linha?

Temos 942 visitantes e sem membros em linha