Faculdade de Engenharia

Informações Gerais

Direcção 

decanoengenharia02Decano da Faculdade de Engenharia
Eng.º Manuel Meneses

 



Apresentação

 A Faculdade de Engenharia começou a funcionar em 2001 com o curso de engenharia Informática, que surge numa perspectiva visionária da importância estratégica das tecnologias de informação e comunicação no desenvolvimento de uma Angola Moderna. Em 2007 inicia com o curso de Telecomunicações e em 2012, o curso de Engenharia dos Petróleos.

 Para a escolha do curriculum, a UCAN criou uma comissão internacional para a sua definição, formada por membros de universidades de Portugal, França, Itália, Estados Unidos e Angola. A opção inicial foi por uma Faculdade de Informática e Gestão. No entanto, após profunda reflexão, este projecto foi substituído pelo Curso de Engenharia Informática com uma ligeira componente de Gestão. No ano lectivo 2007 foi lançado o curso de Engenharia Informática em regime pós-laboral.

 A Faculdade de Engenharia tem os cursos de Engenharia Informática, Engenharia de telecomunicações e Engenharia de Petróleos. Esse último, iniciado em 2012, após a realização da primeira Conferência Internacional de Petróleos, organizada pela Universidade Católica de Angola e a Sociedade de Engenheiros de Petróleo, no Centro de Conferências de Belas em 2011.

 Na impossibilidade da aplicação imediata da Convenção de Bolonha, por falta de docentes diferenciados, mantém-se a via híbrida já adoptada que possibilita a médio prazo a convergência para as recomendações de Bolonha.

  As disciplinas do curso estão distribuídas por 7 áreas científicas, nomeadamente:

  • Ciências Básicas (CB);
  • Domínio Conexo (DC);
  • Contexto Social e Profissional (CSP);
  • Técnicas Básicas da Computação (TBC);
  • Tecnologia da Computação (TC);
  • Especialidades Optativas (OP);
  • Projecto (PRJ).

Os cursos têm duração de 5 anos,  são ministrados em  regimes diúrno e pós-laboral. O curso de Engenharia de Petróleos processa-se numa etapa única de (10) semestres conferindo o grau de licenciatura. Os cursos de Engenharia Informática e de Telecomunicações estão também organizados em semestres, mas são bietápicos. Uma primeira etapa, o bacharelato (seis semestres nos cursos diurnos de Engenharia Informática e de Telecomunicações e oito semestres no curso nocturno de informática) seguida de uma segunda etapa de três semestres para a Licenciatura. De ressaltar que, os curricula de ambos os cursos inclui a certificação Cisco CCNA (“Certified Network Associate”).

O licenciado em engenharia tem oportunidade de aprofundar a dimensão prática do seu curso através dos laboratórios, nas áreas da informática e de petróleos, onde é possivel simular e criar projectos. Os estudantes de informática, por exemplo, dispõe de um curriculum tão completo e de um quadro docente tão exigente, que no final do curso estão habilitados a fazer projectos na área da programação.

Por serem  cursos  das ciências exactas, a Faculdade de Engenharia privilegia o contaco entre o estudante e as realidades em estudo. Assim, através de parceria com empresas,  como a UNITEL, e instituições de ensino renomadas como o Instituto Superior Técnico de Lisboa (Portugal), Universidade de Ankara (Turquia) e a Universidade de Bolonha ( Itália) - a Primeira Universidade Européia, cujos protocolos serão assinados em breve.

No curso de telecomunicações, a Faculdade de Engenharia procura providenciar,  em todos os anos, visitas a centrais de controlo e trafego de informação, de empresas de telefonia, com o proposito de auxiliar os estudantes a:

1. Compreender o funcionamento de uma central móvel celular

2. Compreender o conceito de estações-base,  e como elas funcionam na prática

3. Identificar os tipos de antenas usadas

4. Entender como funcionam,  na prática, as centrais de comutação e controlo do tráfego móvel celular, e as centrais de sinalização.

Neste momento, a Faculdade de Engenharia dispõe de um laboratório para o curso de informática, equipado com mais de 45 postos de trabalho clientes, com vários aplicativos e softwares, para permitir que professores promovam e criem competências nos estudantes,  nas áreas da programação, criação  e administração de softwares.

Para o Curso de Petróleos,  a Faculdade de Engenharia tem uma coordenação específica, e em carteira  consta a criação, ainda este ano de 2015, de um laboratório de simulação, com tecnologia nova e de ponta. Com a criação desse laboratório, os estudantes de Engenharia de Petróleo poderão simular vários exercícios de prospecção e perfuração, aperfeiçoando, desta forma,  o conhecimento teórico  e adquirirão habilidades práticas na área, ficando assim, em lugar privilegiado, no mercado de trabalho.

Faculdade de Engenharia,  através de estudantes do curso de informática,  participou na 1ª edição da Feira de Ciências e Tecnologia,  no período de 11 a 15 do mês de Setembro de 2013,  no Centro de Convenções de Talatona, onde ganhou o Prémio de Melhor Sistema Corporativo -  oferecido pela Empresa Primavera.


Objectivos

 A Faculdade de Engenharia tem em vista a prática de um ensino de excelencia. Onde um dos resultados mais visíveis seja a formação de quadros competentes, que consigam revolucionar a área das novas tecnologias, e inovar osprocessos tecnológicos em Angola atraves da invenção e da criação de projectos. Por este facto, a Faculdade de Engenharia aposta na:

  • Criação de um corpo docente estável e diferenciado
  • Intercâmbios curriculares de professores e estudantes ( a iniciar em 2016)  com  Universidades estrangeiras
  • Aumentar e melhorar a quantidade e a qualidade dos laboratórios
  • Revisar periodicamente os curricula
  • Promover ideias inovadoras entre estudantes e professores 
  • Realizar projectos de fim de curso cada vez mais práticos, úteis e rentáveis
  • Apoiar, premiar e promover o mérito e a excelência
  • Apostar na criatividade, na inovação, no rigor e na excelência

Saídas Profissionais

Engenheiro de Redes, Engenheito de Sistemas, Engenheiro de programação, Engenheiro de  campo, analista de reservas, analista de projectos de engenharia, engenheiro de operação e manutenção das estruturas de produção de petróleo, Engenheiro de tratamento e armazenamento de petróleo, analista de poços e reservas petroliferas, interpréte de informações de poços e reservas petróliferas etc.


Siga-nos

Estamos nas Redes Sociais. Siga-nos dando um click.

Quem está em linha?

Temos 363 visitantes e sem membros em linha